quarta-feira, 27 de julho de 2016

Ser Feliz é uma questão de acontecência!

Dia desses eu estava vendo um vídeo do Frederico Elboni e ele falou uma coisa que me chamou bastante atenção: -  Por que você insiste em calçar um sapato apertado? Não é mais fácil usar um que serve?
E ele tem toda razão. Porque na maioria das vezes somos nós que complicamos demais a vida. E muitas vezes no ímpeto, sequer raciocinamos uma alternativa que seja mais leve e simples para resolver as coisas. Por que ao invés de quebrar as coisas ou gritar com o seu parceiro(a), você não senta e conversa? Por que precisa sempre implicar com o programa que ele quer fazer e ele implicar com o seu ao invés de fazer ambos? E por ai vai...
Todos temos escolhas e essas escolhas fazem a vida mais alegre e divertida ou deprê e chata... 
Nesse aspecto, concordo com o incrível Jorge Vercillo, SER FELIZ É UMA QUESTÃO DE ACONTECÊNCIA! Para e pensa que, de fato é dentro de você que precisa mudar! Você precisa escolher fazer a sua vida mais leve e alegre e, consequentemente Feliz! 
Obvio que nem tudo está sob nosso controle, mas o como você reagi ao que a vida lhe impõe, faz uma diferença considerável nos outros aspectos da sua vida e nos seus relacionamentos. Quanto tempo e energia você empenha na sua felicidade, nas coisas que te dão prazer, conhecendo a si mesmo? De fato, só conseguimos externalizar o que temos por dentro e por isso é tamanha a importância desse autoconhecimento. 
Se a gente pensar que a vida é efêmera e as pessoas que a gente ama não estarão sempre conosco, uma mudança de atitude não seria tão difícil né? Quer dizer, mesmo que você atinga uma velhice com plena saúde, o que é que você quer lembrar e ser lembrado? Do bem que você fez, da vida alegre que teve, dos amigos que cultivou, das risadas que deu? Isso não seria nada mal...!
Então, se temos escolhas, porque não optar pelas que te farão uma pessoa mais leve, uma companhia querida e agradável, um companheiro(a) mais amável... Enfim... Melhor!
E não faça isso pelas pessoas, mas por você mesmo! Pensa comigo... Deve ser muito massa não ficar carregando esses pesos de brigas, de ofensas, de arrependimento por não ter aproveitado sua noite porque brigou com o(a) companheiro(a), por não ter pedido desculpas por orgulho, e todas essas coisas, que até o mais troglodita dos homens já sentiu, que é o arrependimento.
Lembrando que, você não está isento de ter problemas quando escolhe ter essa postura, mas sem ela sua vida não seria muito melhor, [provavelmente pior] então... Por que não?

  Se carece de definição, me sinto LEVE!
Céu azul na bolha de sabão que o vento leve
como folha ao coração... 
                                                        Jorge Vercillo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentem!! :)